top of page

Como Provar o Direito Autoral?.

Provar o direito autoral é um passo fundamental para qualquer criador que deseja proteger sua obra contra plágio ou uso não autorizado. No Brasil, os direitos autorais são garantidos pela Lei 9.610/98, mas ter o respaldo legal não é suficiente sem a devida comprovação de autoria. Então, como provar que você é o autor de sua criação?.


Duas pessoas analisando documentos em um escritório para provar a autoria de uma obra.

Documentação de Evidências


Registro da Obra:


A forma mais direta de provar a autoria é registrar a obra nos órgãos competentes. No Brasil, a Biblioteca Nacional é a instituição responsável pelo registro de livros, artigos, poemas e outras obras literárias. Já as músicas podem ser registradas na Escola de Música da UFRJ ou na Ordem dos Músicos do Brasil.


  • Passos para o Registro Literário:

  • Acesse o site da Biblioteca Nacional.

  • Faça o download do formulário de registro.

  • Preencha e envie junto com a cópia da obra e o comprovante de pagamento.


  • Passos para o Registro Musical:

  • Acesse o site da UFRJ ou OMB.

  • Preencha o formulário disponível.

  • Envie a partitura ou gravação junto com o comprovante de pagamento.


Registro em Blockchain:


Uma forma moderna de provar a autoria é utilizando a tecnologia blockchain, que permite armazenar um registro imutável da obra. Plataformas como o direitoautoral.com oferecem esse serviço, que é mais rápido e acessível.


  • Vantagens:

  • Registro descentralizado e à prova de falsificações.

  • Validação global da autoria.

  • E-mails: Envie sua obra para você mesmo ou para terceiros confiáveis, mantendo os e-mails como prova da data de criação.

  • Contratos: Formalize contratos com clientes, editoras ou gravadoras.

  • Backup em Nuvem: Armazene versões antigas e novas da obra em serviços de nuvem, mantendo um histórico de modificações.


Provas em Casos Específicos


Fotografias:
  • Inclua dados EXIF, como data e local, nas imagens.

  • Registro na Escola de Belas Artes ou na Associação dos Fotógrafos.


  • Utilize licenças de software livre.

  • Registro no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

  • Designs e Logotipos:


Tela de computador mostrando um certificado de registro de direitos autorais via blockchain.

Provar o direito autoral pode ser simples quando você documenta corretamente a criação e registra a obra. A Biblioteca Nacional, UFRJ e INPI são opções tradicionais, mas a tecnologia blockchain está revolucionando a comprovação da autoria, tornando-a mais rápida e segura. Registre suas criações e proteja sua criatividade!.


Ah, e só para não esquecer: tanto os textos quanto as imagens que adornam nosso blog têm seus direitos autorais devidamente registrados! Portanto, fica a dica: é proibido reproduzir, seja totalmente ou parcialmente, qualquer um desses conteúdos sem uma autorização prévia e por escrito. Proteja a criatividade, respeite o direito autoral!


Comments


bottom of page