top of page

Como Provar que uma Música é sua?.

Imagine que você passou dias, semanas ou até meses compondo a sua música, somente para descobrir que alguém está se passando por você e reivindicando a autoria. Parece um pesadelo, mas essa é a realidade para muitos músicos. Provar que uma música é sua pode ser um desafio se você não estiver preparado. Neste artigo, abordaremos como comprovar a autoria de uma música, os métodos tradicionais e modernos de registro, e como a blockchain pode ser uma aliada na proteção dos direitos autorais.


Músico sentado segurando um violão, representando a dificuldade de provar a autoria de uma música.

Como Funciona o Direito Autoral no Brasil?.


A Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/1998) define que os direitos sobre uma obra nascem no momento de sua criação, sem a necessidade de registro. No entanto, a comprovação da autoria pode ser complicada sem provas concretas, o que faz do registro uma ferramenta essencial. Ele é uma forma de documentar a data de criação e autoria de uma obra.


Registro Tradicional: Biblioteca Nacional e ECAD.


  • Biblioteca Nacional: Para letras de música e partituras, a Biblioteca Nacional é uma opção tradicional de registro. A inscrição é simples e oferece uma proteção segura, com validade em todo o território nacional. O processo pode ser feito online ou presencialmente.


  • ECAD: O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição é responsável por coletar e distribuir direitos autorais de execução pública musical. Embora não seja um órgão oficial de registro, é fundamental manter suas composições cadastradas no ECAD para receber corretamente os royalties.


Blockchain: A Nova Fronteira do Direito Autoral.


A tecnologia blockchain revolucionou a maneira como lidamos com a comprovação de direitos autorais. Ao registrar suas músicas na blockchain, você cria um registro imutável da autoria e data de criação. Plataformas como o direitoautoral.com oferecem este serviço, fornecendo um certificado digital que comprova a autoria e oferece proteção global.


Dicas para Provar a Autoria de uma Música.


Guarde Rascunhos e Anotações:

  • Manter registros das letras, partituras ou gravações iniciais pode ajudar a comprovar a autoria.


Envie a Música para Si Mesmo:

  • Uma prática comum é enviar a música para si mesmo por correio, mantendo o envelope fechado. Isso cria uma prova de data.


Registre sua Música:

  • Use a Biblioteca Nacional, o ECAD ou plataformas de registro blockchain para documentar oficialmente a sua criação.


Deposite em Servidores de Confiança:

  • Plataformas como SoundCloud, YouTube ou Spotify podem servir como prova se você conseguir demonstrar a data de upload.


Como Evitar Plágio e Disputas.


  • Plágio Consciente ou Inconsciente:

  • O plágio pode ser intencional ou involuntário. Mantenha seus arquivos protegidos e divulgue apenas após o registro.

  • Contratos Claros:

  • Se a música for uma colaboração, redija contratos claros entre os compositores para definir as partes envolvidas.

  • Documente Tudo:

  • Reuniões, e-mails e mensagens discutindo a música devem ser guardadas como prova.


Certificado digital de direitos autorais sendo emitido, representando o registro de música na blockchain.

Provar que uma música é sua pode ser simples se você se preparar adequadamente. O registro é uma das formas mais eficazes de proteger suas criações, especialmente utilizando tecnologias modernas como a blockchain. Certifique-se de documentar cada etapa do processo criativo e, em caso de dúvida, busque a ajuda de especialistas em direitos autorais.


Ah, e só para não esquecer: tanto os textos quanto as imagens que adornam nosso blog têm seus direitos autorais devidamente registrados! Portanto, fica a dica: é proibido reproduzir, seja totalmente ou parcialmente, qualquer um desses conteúdos sem uma autorização prévia e por escrito. Proteja a criatividade, respeite o direito autoral!

Comments


bottom of page