top of page

O que não é Direito Autoral?.

Os direitos autorais são um conjunto de prerrogativas que garantem ao autor de uma obra intelectual o direito de controlá-la e explorá-la economicamente. No entanto, há uma série de itens e criações que não são cobertos por direitos autorais. Conhecer essas exclusões ajuda tanto criadores quanto consumidores a compreender os limites da proteção autoral.


Vamos explorar, de forma simples e objetiva, o que não é protegido por direitos autorais e esclarecer as dúvidas mais comuns sobre esse assunto.


Símbolos de direitos autorais entrecruzados com uma lista de itens não protegidos, incluindo ideias, conceitos, procedimentos, sistemas, dados, documentos oficiais, nomes e frases.

O que não é protegido por Direitos Autorais?


1. Ideias, Conceitos e Descobertas


Os direitos autorais protegem apenas a forma concreta de expressão de uma ideia, conceito ou descoberta, e não o conteúdo em si. Isso significa que:

  • Ideias e conceitos gerais, como a ideia de uma história sobre heróis lutando contra vilões, não são protegidos.

  • Descobertas científicas como fórmulas, métodos e teorias não são passíveis de proteção autoral.


 A fórmula matemática 𝐸=𝑚𝑐2E=mc2 de Albert Einstein não é protegida por direitos autorais, mas um livro que explique a fórmula sim.

2. Procedimentos, Sistemas e Métodos


  • Métodos de ensino, sistemas operacionais, procedimentos científicos, receitas culinárias e técnicas de pintura não são protegidos.

  • Software Open Source: Código-fonte liberado sob licenças livres, como GPL ou MIT, não é propriedade exclusiva de um autor.


3. Dados e Informações Fatuais


  • Dados estatísticos e outras informações como fatos históricos, eventos da atualidade, e resultados de pesquisa não têm proteção autoral.

  • Compilações de dados sem organização original ou seleção criativa também não são protegidas.


4. Textos Legais e Documentos Oficiais


A Lei de Direitos Autorais (Lei 9.610/98) especifica que:

  • Leis, decretos, portarias e regulamentos não são protegidos.

  • Sentenças judiciais, pareceres e outros documentos oficiais são de domínio público.


5. Nomes, Títulos e Frases Curtas


  • Nomes e títulos: Nomes de empresas, pseudônimos, slogans e títulos de livros/filmes não são protegidos por direitos autorais. No entanto, esses itens podem ser protegidos por outras formas de propriedade intelectual, como marcas registradas.

 “Harry Potter” é um nome protegido por marca registrada, não por direitos autorais.

Casos Especiais de Proteção Limitada


1. Obras Caídas em Domínio Público


  • Obras cujo prazo de proteção expirou entram no domínio público. No Brasil, esse prazo é de 70 anos a partir do ano seguinte ao falecimento do autor.

  • Mickey Mouse: Alguns trabalhos antigos da Disney, como o primeiro filme do Mickey, devem entrar em domínio público em breve.


2. Exceções de Uso Justo


  • Certos usos de obras protegidas não violam os direitos autorais, como citações para fins educacionais, jornalísticos ou críticos.


Cronômetro indicando o tempo restante para uma obra cair em domínio público.

Conhecer o que não é direito autoral ajuda a entender melhor os limites dessa proteção e a usar obras criativas de forma correta. Se estiver na dúvida, lembre-se de consultar um especialista ou conferir diretamente a Lei de Direitos Autorais.


Ah, e só para não esquecer: tanto os textos quanto as imagens que adornam nosso blog têm seus direitos autorais devidamente registrados! Portanto, fica a dica: é proibido reproduzir, seja totalmente ou parcialmente, qualquer um desses conteúdos sem uma autorização prévia e por escrito. Proteja a criatividade, respeite o direito autoral!

Comments


bottom of page